CONTRAINDICAÇÕES DA MASSAGEM

Em alguns casos a realização da massagem pode ser prejudicial. Conheça algumas contraindicações

Todos que acompanham nosso blog têm o interesse em comum: Conhecer mais sobre os benefícios que a massagem e a massoterapia podem proporcionar em nossa vida!

Como nem tudo são flores”, é necessário sabermos que em alguns casos, a massagem é contraindicada, podendo até agravar um quadro clínico.

Neste artigo abordaremos as contraindicações da massagem. Confira!

CONTRAINDICAÇÕES DA MASSAGEM

Toda sessão de massagem deve começar pela pré-avaliação do cliente, ou seja, deve ser feito uma investigação sobre os hábitos de vida do cliente, suas queixas, bem como seu histórico de saúde.

Esta avaliação é essencial para que o terapeuta não atue somente nas queixas do cliente e sim consiga avaliar o cliente como um todo através do seu histórico.

Gosta muito de massagem? Então curta!

Contraindicações da massagem

Como vimos no artigo “Os benefícios da massagem”, a massagem é realizada com manobras feitas com as mãos e um de seus principais benefícios é estimular a circulação sanguínea e linfática, portanto, a massagem é contraindicada nos seguintes casos:

  • Fraturas ósseas
  • Febre
  • Infecções
  • Gânglios inchados
  • Osteoporose
  • Trombose
  • Embolias
  • Casos de gripe ou infecção forte
  • Doenças contagiosas
  • Pessoas sob efeitos de bebidas alcoólicas ou drogas
  • Pessoas em jejum ou que acabaram de fazer uma refeição

CONTRAINDICAÇÕES RELATIVAS

Em alguns casos a massagem não é totalmente contraindicada. O terapeuta deverá avaliar os prós e contras e diante da avaliação, decidirá a melhor conduta. Ex:

A massagem não é indicada para mulheres grávidas antes dos 3 meses de gestação. Porém, após o 3º mês, poderá realizar algumas técnicas para diminuir possíveis dores nas costas e inchaços devido a gravidez.

Em casos de hipertensão arterial, a massagem pode ser realizada com manobras mais sutis e lentas para não estimular tanto a circulação e agravar o quadro.

Outro exemplo é em caso de doenças de pele e/ou hematomas. Caso o terapeuta ache conveniente, este poderá realizar a massagem em todo o corpo exceto na região onde há a enfermidade.

Segundo o massoterapeuta Raul Melício Câmara, é obrigação do massoterapeuta identificar condições que a massagem não pode ser feita, mesmo se um cliente não fornecer um histórico médico.

“Nós terapeutas temos o direito de recusar o tratamento e em caso de dúvidas, é melhor não realizar a massagem” completa o terapeuta.

CONCLUSÃO

É fundamental que toda sessão de massagem seja realizada com um profissional formado e que tenha conhecimento em anatomia e patologia para que este conheça as contraindicações da massagem e possa orientar o cliente sobre o melhor tratamento terapêutico em questão.

Da mesma forma, se você é um profissional, é fundamental mesmo após a conclusão do curso, continuar os estudos, pois bem como sabemos, o corpo humano é muito complexo.

E VOCÊ? CONHECIA AS CONTRAINDICAÇÕES DA MASSAGEM?

Gostou? Recomende esse artigo para seus amigos!

44 Comentários em CONTRAINDICAÇÕES DA MASSAGEM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *